Just another WordPress.com site

Todos nós temos algo secreto em nosso passado. O meu não é tão secreto assim. Sei que não sou tão perfeito como gostaria de ser e, sei que não sou a pessoa livre e espontânea (que todos admirem) o quanto gostaria de ser. Tenho manias, vícios – Não os vícios prejudiciais a saúde. Claro. – Mas são faces que ao mesmo tempo em que me aproxima de pessoas também me afaste de algumas, pena que os que se afastam são os mais queridos. Durante minha vida cresci praticamente só. Meus pais nunca conversaram comigo sobre drogas, sexo, namoradas (os), sobre o que de fato me esperava no futuro, etc. Não os culpo por minha personalidade ser tão “tosca”. Sempre me orgulhei de ter moldado minha personalidade, pessoalmente. Agora vejo que não é bem assim. Se nada do que planejei deu certo até agora, o problema não esta nos outros ou nas coisas, mas sim, em mim. Preciso rever meus conceitos, deixar de lado tudo o que aprendi até aqui e começar tudo de novo. Preciso me reeducar. Preciso rever valores que antes eu julgava correto e aprender coisas novas, valores novos. Minha vida estava indo “bem” até que me deparo com erros imperceptíveis aos meus olhos, ouvidos e consciência e que não me deixavam ver o que tinha por trás de tudo aquilo que eu acreditava ser verdade. De repente vejo que nada do que vivi valeu realmente a pena. Tudo em vão. Nada construí, nada plantei e nada sei. Estou disposto a mudar, a enfrentar meus medos e minhas angustias, enfrentar o grande deserto que eu criei em minha volta e aos poucos tornar esse deserto em uma terra verde, frutífera, fértil. – Meu DEUS, no que me tornei. Não vivi nada, não aprendi nada de valioso. De que valeu viver até aqui? – Posso está enganado, mas, sinto que nada aprendi e que por isso nada tenho pra ensinar. Alguns dizem que mesmo que a experiência seja ruim, mesmo assim, a gente aprende alguma coisa. To me sentindo vazio, infeliz, mesmo sem ninguém ter me magoado ou me feito mal. Estou triste comigo mesmo, por mim mesmo. Se isso é uma fase da vida que todos passam, então está bem. Eu passo por ela. Preciso consertar minha vida. Preciso fazer alguma coisa pra mudar antes que seja tarde demais. Sempre fui muito apegado ao meu passado. Sempre guiei minha vida e meus atos baseados no meu passado, no que vivi, no que sofri e nos que vi muitos fazerem. De hoje em diante preciso guiar minha vida de acordo com o meu presente e de acordo com os planos que eu tenho para o futuro. Preciso vencer os fantasmas do meu passado, do jeito que está não pode ficar.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Tag Cloud

%d bloggers like this: